Ericeira e casta Jampal meio dia

75 Euros

Este tour guiado começa na antiga vila piscatória da Ericeira, situada a 8 kms de Mafra e a 50 kms de Lisboa, cujo centro histórico é um bonito aglomerado de pequenas casas de traça antiga, predominantemente de cor branca e azul ou com azulejos. Por ser uma vila piscatória, podermos ver em algumas casas o peixe a secar, sobretudo raias, pendurado em cordas. Nas suas ruelas encontram-se também alguns fontanários interessantes, o velho pelourinho, igrejas e capelas do séc. XVII, o Forte de Nossa Senhora da Natividade (séc. XVIII), vestígios do Forte do Milreu (do qual sobra um canhão), bem como alguns edifícios elegantes.

A vila teve o seu apogeu no séc. XIX, quando o seu porto era um dos mais concorridos do país. No entanto, ficará para sempre na história como sendo o lugar de onde partiu o último rei de Portugal, Don Manuel II, e a raínha-mãe, Dona Amélia, para o exílio em Inglaterra, em 1910, depois da abdicação ao trono, na sequência duma revolução republicana. Vindos de Mafra em automóvel, a família real entrou numa barca na Praia dos Pescadores que os levou até ao iate Dona Amélia, de onde seguiram viagem. A Ericeira dos dias de hoje é um importante local de turismo, não só pelas praias mas também pelas ondas, pois foi considerada reserva mundial de surf. Tem como bolo regional os Ouriços, que iremos provar.

A cerca de 20 kms para Sul da Ericeira fica a aldeia de Cheleiros, onde iremos visitar o museu e adega da Manzwine. Este moderno produtor de vinhos premium recuperou em 2007 uma casta branca autóctone da região, a Jampal, que estava praticamente extinta e da qual só existiam 200 videiras num terreno próximo. Calcula-se que o abandono dessa casta tenha ficado a dever-se à sua baixa rentabilidade. Só que o produtor não pretendia quantidade, mas qualidade. Recuperada essa velha vinha e multiplicadas as cêpas com métodos modernos, a Manzwine produz um monocasta que é único em Portugal e no mundo. Hoje em dia, possui a única vinha certificada desta casta. O monocasta Jampal – Dona Fátima - veio a ser um sucesso comercial, arrecadando o reconhecimento internacional, sendo um vinho muito frutado que não pode deixar de provar.

Duração: 
Meio dia
Deve levar: 
Roupa confortável adequada à estação, sapatos confortáveis; no Verão, óculos de sol, protetor solar e chapéu.
Condições: 
Preço por pessoa. Mínimo 2 pessoas ou o valor de 2. Drop in/ drop off; carrinha com ar condicionado; inclui prova de vinhos e Ouriço.
Fotos: 
Vinha de Jampal de Cheleiros (Manzwine); Ericeira, Edifício da biblioteca (CM Mafra), Ericeira, Igreja da Misericórdia (CM Mafra); Adega Manzwine em Cheleiros (Manzwine).