Palácio de Queluz meio dia

40 Euros

O Palácio de Queluz, situado nos arredores de Lisboa, é um dos últimos grandes palácios construídos na Europa no séc. XVIII, representativo dos estilos Barroco, Rococó (Rocaille) e Neoclássico. Visitá-lo, admirar a sua arquitetura, o seu mobiliário, a sua decoração e os seus jardins é fazer uma verdadeira viagem no tempo até à forma como vivia a corte portuguesa nos séculos XVIII e XIX. Num dos seus quartos nasceu (1798) e morreu (1834) D. Pedro IV, que foi Rei de Portugal e Primeiro Imperador do Brasil com o nome de D.Pedro I. E numa das alas viveu D. Maria I, uma rainha que ficou louca e incapaz para governar, devido à morte do marido e do seu filho mais velho num espaço de dois anos.
A decoração usada é sempre esplendorosa e reflecte, nas várias salas, a corrente estética predominante da época em que foi elaborada. Os aposentos da Princesa D. Maria Francisca Benedita, da primeira metade do séc XVIII, reflectem as influências inglesa, francesa e portuguesa nos estilos Neoclássico e Império. Os aposentos do Pavilhão Robillion, o último a ser construído, são aqueles que mais ostentam os motivos orientais (chinoiseries) característicos do rococó, tão em voga na segunda metade do século XVIII.
São de realçar também as pinturas murais (frescos) existentes neste Palácio (Sala das Açafatas), os revestimentos com espelhos, estuque e talha dourada (Toucador da Rainha, Sala do Trono), o parquet de madeiras exóticas do Brasil e as pinturas em madeira (Sala D. Quixote), bem como os azulejos (Corredor das Mangas). Mas não só: há ainda os móveis de época, tapetes, tapeçarias, quadros, retratos e gravuras, lustres, porcelanas e instrumentos musicais.
Nos jardins magníficos, geometricamente trabalhados, há esculturas em pedra e bronze da autoria do escultor inglês John Cheere; lagos e cascatas do arquitecto francês Jean Baptiste Robillion e mais esculturas do italiano Ercole Ferrata. Sem esquecer o canal de azulejos com cerca de 200 metros de comprimento, no qual a corte passeava de barco com a água proveniente do rio Jamor. Tour turístico privado de meio dia, com guia, que poderá complementar com uma visita a outro local da parte da tarde.

Duration: 
3-4h
Must bring: 
Roupa confortável adequada à estação, sapatos confortáveis, óculos de sol, protetor solar e chapéu.
Includes: 
Preço por pessoa. Partida de Cascais +10 euros, da Ericeira +20 euros. Drop in/ drop off; transporte em carrinha com ar condicionado; não inclui bilhete de entrada para o palácio e jardim (adultos 10€, crianças 6,5€).
Fotos: 
Palácio de Queluz (Parques de Sintra/ Carlos Pombo); Palácio de Queluz, Sala do Trono (Parques de Sintra/ Carlos Pombo); Palácio de Queluz, Quarto D. Quixote (Parques de Sintra/ Carlos Pombo); Palácio de Queluz, Sala dos Embaixadores (Parques de Sintra/Carlos Pombo); Palácio de Queluz, Jardim (Parques de Sintra/ Carlos Pombo)