Ericeira e Palácio de Mafra meio dia

60 Euros

Tour de meio dia com passeio a pé pela pitoresca vila piscatória da Ericeira, para apreciar a magnífica vista de mar, as praias, as antigas igrejas e fontanários, bem como as suas casas típicas. O tour termina com a visita ao Palácio Nacional de Mafra, Basílica, Convento e Biblioteca, de estilo barroco.

Este tour guiado começa na antiga vila piscatória da Ericeira, situada a 8 kms de Mafra e a 50 kms de Lisboa, cujo centro histórico é um bonito aglomerado de pequenas casas de traça antiga, predominantemente de cor branca e azul ou com azulejos. Por ser uma vila piscatória, podermos ver em algumas casas o peixe a secar, sobretudo raias, pendurado em cordas. Nas suas ruelas encontram-se também alguns fontanários interessantes, o velho pelourinho, igrejas e capelas do séc. XVII, o Forte de Nossa Senhora da Natividade (séc. XVIII), vestígios do Forte do Milreu (do qual sobra um canhão), bem como alguns edifícios elegantes.

A vila teve o seu apogeu no séc. XIX, quando o seu porto era um dos mais concorridos do país. No entanto, ficará para sempre na história como sendo o lugar de onde partiu o último rei de Portugal, Don Manuel II, e a raínha-mãe, Dona Amélia, para o exílio em Inglaterra, em 1910, depois da abdicação ao trono, na sequência duma revolução republicana. A Ericeira hoje é um importante local de turismo, não só pelas praias mas também pelas ondas, pois foi considerada reserva mundial de surf.

O Palácio Nacional de Mafra, situado a 38 Km a Norte de Lisboa, é uma das obras mais emblemáticas do Barroco português. Mandado construir pelo rei absolutista D. João V, em 1713, é um monumento nacional considerado uma das sete maravilhas de Portugal. Engloba o palácio, um convento com hospital, a basílica e a biblioteca. Nele viveram o reis D. João VI e D. Carlota Joaquina, pais do primeiro imperador do Brasil.

No interior do palácio visitamos: a Basílica, a única no mundo com seis órgãos de tubos, dois carrilhões históricos de 98 sinos e a maior exposição de escultura barroca italiana fora de Itália; várias salas e quartos do Palácio, entre eles os quartos do rei e da raínha, uma colecção de pintura de mestres italianos e portugueses; o Hospital do Convento, com a sua farmácia e instrumentos cirúrgicos da época, as celas dos frades; e a Biblioteca, uma das mais importantes da Europa, com 36 mil livros do sec. XV-XIX. Projetado pelo arquitecto alemão Francisco Ludwig (Ludovice) e construído entre 1717 e 1730, todo o edifício ostenta um luxo que só foi possível devido ao ouro que a coroa portuguesa recebia do Brasil - descoberto em 1500 por Pedro Álvares Cabral.

Antes do regresso a Lisboa visitaremos a Aldeia Típica de José Franco, construída por um escultor e mestre oleiro a partir da década de 40 do séc. XX. A intenção do artista popular foi recriar uma aldeia saloia em tamanho natural, como um museu vivo, onde se mostram as habitações e as ocupações típicas do mundo rural de antigamente, sem esquecer os respectivos utensílios.

Duration: 
4h30
Must bring: 
Roupa confortável adequada à estação, sapatos confortáveis, óculos de sol, protetor solar e chapéu.
Includes: 
Preço por pessoa. Mínimo 2 pessoas ou valor de 2. Drop in/ drop off; carrinha com ar condicionado. Não inclui bilhetes de entradas (adultos 6€; crianças até 12 anos grátis).
Fotos: 
Ericeira, Praia dos Pescadores (CM Mafra); Ericeira, Edifício da Bibioteca (CM Mafra); Palácio de Mafra (José Paulo Ruas); Palácio Nacional de Mafra, Sala do Trono (Henrique Ruas / DGPC); Aldeia de José Franco (Rogério Sarzedo).